Controle Pragas Urbanas - Controle de Pulgas Rui News

Controle Pragas Urbanas – Controle de Pulgas – Dando continuidade à nossa série de  vídeos sobre pragas urbanas, hoje nós iremos falar de um ectoparasita bem  conhecido: a pulga! Você sabe o que são as pulgas?

Controle Pragas Urbanas – Controle de Pulgas

 

Controle de Pulgas

As pulgas são pequenos insetos  sugadores de sangue. Apresentam três pares de patas sendo que os pés  traseiros são extremamente fortes e as tornam capazes de saltar a uma distância  200 vezes maior que o seu próprio corpo!

Possuem o corpo achatado lateralmente,  o que facilita o movimento por entre os pelos ou penas dos hospedeiros. Além  disso, seu corpo pode suportar grande pressão e, mesmo quando pressionada  entre os dedos, a pulga pode sobreviver. Embora existam mais de duas mil
espécies no mundo, as espécies Ctenocephalides canis e Ctenocephalides felis são as que mais acometem os cães e gatos, que são seus hospedeiros  preferenciais.

As pulgas podem mudar de hospedeiro se seu hospedeiro preferencial estiver inacessível. Dessa forma, se seu pet não  estiver em casa as pulgas podem te atacar! A saliva das pulgas possuem substâncias  alergênicas que podem causar um quadro de coceira muito estressante para os  animais, chamado Dermatite Alérgica à Picada de Pulgas.

A perda de pelo, o  espessamento e escurecimento da pele são outros sintomas além da coceira. O animal infestado pode ter anemia, já que as pulgas se alimentam de sangue e  consome em média 14 microlitros de sangue por dia. Além disso, a infestação  por pulgas pode transmitir diversas outras doenças, tanto pela picada quanto  pela ingestão acidental pelo animal na tentativa de se coçar.

A postura de ovos  se dá sobre hospedeiro e oitenta por cento das vezes é realizada durante a  noite. Uma fêmea põe em média 24 ovos por dia. O ovo cai no ambiente, onde a  larva eclode. As lavas se escondem em locais escuros, como assoalhos, tapetes,  vãos do sofá e canto da cama. Após esse período, inicia-se a fase de casulo pupal,  que é a fase mais resistente, podendo durar até 140 dias! Por fim, o adulto formado emerge do casulo pupal e parasita o hospedeiro.

A  distribuição da população de pulgas é de aproximadamente: 50% na fase de ovos, 35% na fase de larvas, 10% na fase de pupa e 5% na fase adulta. Como apenas a fase adulta está sobre o animal, 95% se  localiza no ambiente. Portanto, é no ambiente que controle deve focar! Mas como controlar as pulgas? O ideal é que haja um controle integrado baseado em  três pilares: controle mecânico, controle físico e controle químico.

Controle da Praga – Pulgas

O controle  mecânico visa a limpeza do ambiente e deve ser feito no mínimo duas vezes por  semana. O aspirador de pó pode ser utilizado para limpar carpetes e embaixo  dos móveis. O controle físico se baseia na lavagem  das camas, cobertores e casinha do seu pet Deve ser feito no mínimo uma vez  por semana. O controle químico é feito pela  utilização de inseticidas que podem ser utilizados no ambiente para controle de  ovos e larvas, ou no próprio animal para o controle dos adultos.

Para o tratamento  do animal há diversos produtos no mercado como coleira anti-pulgas, shampoos  pipetas, sprays e comprimidos. É importante sempre seguir as orientações  de uso no rótulo destes produtos Lembrando que sempre é importante buscar um veterinário para o correto diagnóstico e tratamento do seu pet!

Leia Também →  Sanitização em Tempos de Pandemia: Covid 19 - Principais erros e acertos

Managed by Immediate JFusion